A corrente é a força espiritual do trabalho. É o esforço empregado por cada um para que a comunhão de todos com o sacramento se revista de um profundo resultado espiritual. O bailado e a música geram uma energia que é canalizada pelas vibrações do maracá. Tudo isso propicia um trabalho interior de elevação espiritual e expansão de consciência que sustenta as mirações, os insights e diversos aprendizados que ocorrem durante o trabalho com cada membro da corrente.

Além de ser o ponto alto do trabalho espiritual, é o espelho da vida e das relações humanas no interior da comunidade. É a grande possibilidade de limpeza e transformação, quando todos, irmanados e ombreados na Corrente, passarão até doze horas cantando e bailando, viajando interiormente sob a condução dos hinos e da miração do Daime.

Os hinos guiam a nossa jornada ritual. Alertam, encorajam, aconselham e nos instruem para que possamos realizar nosso mergulho interior, sempre dentro da proteção da corrente.

A firmeza da corrente repousa na firmeza e consciência de cada irmão e na sua obediência às regras do trabalho.

fonte: www.santodaime.org (Céu do Mapiá – AM)